segunda-feira, 16 de maio de 2016

Momentos



Porque estava com saudades.
Porque tinha vontade.
Porque faz falta.



O momento: meu Pai no alívio final do jogo em que deu fervorosamente um forte abraço aos filhos emocionado, foi um momento muito bonito. Havia muita felicidade naquele abraço a três ! Um momento de puro amor. 



Para finalizar inesperadamente recebi uma cereja de sublime qualidade.
Já de madrugada, e após  5 ou 10m de boa conversa numa estação de serviço sem "ninguém" apenas eles os dois e eu, sem pedidos, um dos dois jogadores que também eles rumavam para casa fez um bonito gesto por reconhecer estar ali uma ave rara.

Sem comentários:

Enviar um comentário