quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Inquietação.

Tenho a minha filha mais velha mergulhada em tristeza.
Conheço aquele olhar, conheço aquela forma de estar, sei ler aqueles olhos de frustração que vertem tristeza.
Mas...não sabemos a solução !
Isto já dura desde o final de agosto por sentir a previsão do regresso da mãe, do pai ao trabalho e da irmã ao infantário em setembro.  Nunca esteve tanto tempo de férias, recusa voltar ao ATL, está a rejeitar a avó porque está farta da rotina que não conseguirmos contornar.
Ela não sabe o que quer, eu e Mãe estamos sem saber o que fazer.
O sistema nervoso obriga-a a vomitar quando come as refeições principais e pouco ingere nas complementares.
No fim-de-semana ganhou energia, ontem à noite voltámos a ver a bateria descarregar abruptamente. Fizemos acordo com  a avó em vir dormir a nossa casa e ficar a semana toda.
Esta semana tenho ido a casa almoçar todos os dias e tento sair mais cedo do serviço.

Estou pedrado e principalmente frustrado. A minha filha está com os meus piores genes. Receio bastante aquele estado patológico.

4 comentários:

  1. Se Deus quiser com o recomeçar da escola a situação vai melhorar, espero...Ela precisa de ter a mente ocupada (penso eu de que:))...quanto ao comer...é um sarilho...tenho uma lá em casa que desde muito pequena se lhe dá o nervoso vomita e não come...quando era bem pequena cheguei a ter de a alimentar à base de soro, é uma dor de cabeça para nós. Tens aqui um ombro e um colinho:))))


    jinhooooosssss para ti e para elas:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje comeu bem ao almoço ! Que alívio...

      Hoje esteve a fazer fichas de escola, gostei do que vi hoje ao almoço.

      Bjs para ti tb e obrigado !

      Eliminar
  2. Vai passar com o começo da escola.
    Mas imagino que não seja facil...
    Força! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O início da escola foi no ano passado. Agora é mesmo a falta de escola que está a desgastar.

      Obrigado Vassourinhas !
      Bjinhos

      Eliminar