domingo, 24 de maio de 2015

Acontece.

Olhar para uma fotografia e ficar a pensar de como o tempo passou tão rápido.
Depois, olhar para o espelho e constatar que a minha imagem mudou.
A minha solidão passou a ser partilhada com pessoas por quem eu sacrificava a minha vida.
De um momento para o outro, caiu uma lágrima de emoção pela felicidade ao ouvir alguém acabar de acordar e perguntar pelo pai.

2 comentários:

  1. Como percebo.
    Os filhos são realmente possuidores de uma magia única. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que elas nasceram, sinto que voltei a nascer com uma outra vida.
      Com elas o mundo ficou com uma tela de cores bem colorida.
      Tudo o resto são meros afloramentos/complementos para tentar proporcionar a felicidade para elas.

      Bjinhos Sourine !

      Eliminar