quinta-feira, 9 de abril de 2015

Liberalização do Mercado


O contrato da EDP comercial é denunciado e faz-se a comutação para a Galp Power Electricidade.
Passados 6 meses, a EDP Distribuição notifica por correio postal que edifício de média tensão está a ir além da potência contratada.

- OI ?!?!? Então quando foi a EDP comercial a facturar nunca essa questão foi colocada, agora com mudança de empresa de faturação que neste caso é a GALP, agora a EDP distribuição diz que os consumos são superiores à potência contratada ?!!?!? Este edifício está a funcionar há mais de 15 anos, e essa questão nunca foi colocada.

-Será que não existe agora um consumo maior esporádico no consumo e na actividade ?

-Oiça, e acha que eu não iria ter consciência disso sem fazer menção a isso ?

-Pois, mas para salvaguardar pessoas e bens, tem mesmo de pedir um aumento de potência sob as penalizações que podem ir até a notificação prévia de suspender o fornecimento de energia.

-Pois, estou a perceber, são os efeitos colaterais de mudança de empresa...e como na prática isto no Mercado Liberalizado é somente para tirar fotos para as directivas Europeias... Ou seja a EDP monopoliza a electricide, a Galp monopoliza os combustíveis fósseis e por ai a fora...

Pronto ok, já percebi, envie por email  quais são os procedimentos para pedir aumento de potência e os custos inerentes, sim, porque isto, tenho toda a certeza que são efeitos colaterais de termos mudado de fornecedor e a EDP deve estar mal de finanças para dar mel aos chineses.  Aiai país estranho...




12 comentários:

  1. Anónimo10:46

    Ainda sou EDP Universal.
    Mas os meus pais, quando mudaram de casa, fizeram contrato com a EDP Comercial e também já tiveram problemas com a EDP Distribuição. O meu pai expôs a situação na loja e por email, mas a EDP Distribuição fez o que quis. Vencem por exaustão do cliente, que não está para se chatear mais.
    Joana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se continuas na EDP Universal, pagas electricidade a um preço superior...

      Eliminar
    2. Anónimo11:57

      Como a mudança da EDP Universal é irreversível e não se pode voltar a ser cliente, tenho adiado a decisão de mudar de fornecedor, pois quero analisar bem as opções disponíveis (e ainda não me dei a esse trabalho...).
      De qualquer forma, não tenho o consumo de uma grande casa de família, por isso acredito que não faça grande diferença.
      Joana

      Eliminar
    3. Ok... Tu sabes o chão que pisas.

      Eliminar
    4. Anónimo13:20

      Agradeço o teu alerta :)
      Realmente é possível que esteja a pagar mais, mas ainda não me dei ao trabalho de analisar convenientemente a concorrência. Vou ter que o fazer, este ano é obrigatório escolher outro fornecedor.

      Eliminar
    5. Não, alargaram o prazo...temos até 2017 para optar.

      Eliminar
    6. Eu mudei para EDP Comercial na minha casa - nem fui ver os preços. Aqui no Serviço é que analisei propostas e a da Galp agradou...

      Eliminar
    7. Anónimo14:31

      Desconhecia que tinham alterado para 2017. Obrigada.

      Eliminar
  2. meu Guru,

    Há muito que estou na Galp, junto gás e electricidade...
    Sinceramente acho que é tudo a mesma treta.
    Beijooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Danoneeeee, isso são coisas modernas da metrópole.

      Aqui não posso juntar nada, gás é botijas de 45 Kg !!

      Eliminar
  3. Posso-te dizer apenas que isto não passa de um monopólio, jogo de interesses...e o mexilhão é que se lixa! Fala quem andou por dentro, coitadas das pessoas...e contratar uma potência mais alta não é um problema tão grande como por exemplo, contrates estes serviços pela primeira vez em mercado livre, uma autêntica palhaçada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho uma vaga ideia de que eles controlam tudo bem com o o apoio das directivas europeias a que estamos obrigados a converter.
      No caso em apreço é no serviço, mas fico ggo porque gosto de fazer daquilo a minha casa. :)))

      Eliminar